Duas mãos para amparar a queda

Enquanto tento obedecer ao persistente som de uma tecnologia que analisa o meu ciclo do sono, duas tempestades formam-se no pacifico deixando mais de 10.000 pessoas desalojadas. Uma mulher, depois de ser despedida, sobe ao topo do Mont Ventoux só com uma perna. Num país longínquo, um político imagina um muro alto que fere e…

O Homem Que Vendia Revoluções

Às cinco horas e trinta e oito minutos de uma sexta-feira de setembro, um homem entra numa mercearia de bens essenciais para fazer uma compra rotineira. Ao aproximar-se do balcão, o merceeiro, dono do estabelecimento, informa-o num tom aparentemente sáfio: Só vendemos revoluções. O homem, sem hesitar, responde que precisa com urgência de meia dúzia…

Poetas de Dois Mundos – Nova temporada

A nova temporada do Poetas de Dois Mundos, da Livraria da Travessa no Rio de Janeiro, estreiou no último sábado com o apoio das Edições Macondo. Leituras de Cláudia R. Sampaio, Inês Francisco Jacob, Patrícia Lino e Tiago Alves Costa. Mediação de Leonardo Marona.

World Anthology of Border Poetry: Blurred Political (Canadá)

Acaba de sair a “World Anthology of Border Poetry: Blurred Political (Canadá)” que inclui uma tradução inglesa de um poema da minha autoria. O poema intitula-se “É a noite doutor, é a noite que dói” e faz parte do livro “Mecanismo de Emergência”. A antologia inclui 30 poetas de diversos países e está associada à…

Escrever o cansaço incansável: Žižek Vai ao Ginásio | por Carla Carbatti

Como escrever quando as palavras, o pensamento, o silêncio, as mãos estão cansadas? O que escrever com as palavras, o pensamento, o silêncio e as mãos cansadas? Cansaço, eis um conceito, ou melhor, um percepto (o pensar mediante percepções e sensações próprio das artes, segundo Deleuze e Guattari) incontornável para acompanhar ao Žižek Vai ao Ginásio de Tiago Alves…

Desapareceu

Foi numa das ruas do silencioso centro da cidade, na parede que alinhava o meu caminho, que a palavra apareceu pela primeira vez: DESAPARECEU. Naquele preciso momento ia com a humanidade na cabeça e na trágica comédia em que a mesma se tinha tornado, e não me detive mais que uns fugidios segundos, um mero…

Iniciação ao Grito

Procura um sítio elevado, onde te possam ouvir bem, depois perscruta-o desesperadamente dentro de ti. Logo a seguir, uma pessoa a quem o possas dedicar. Sim, agora abre bem essa boca. Espera: o MEDO. Embora te possa parecer fácil encontrá-lo, só depois desse exercício inicial o grito poderá subir em ti, hiante e pletórico. Abre…

Žižek Vai ao Ginásio – Edição no Brasil

“Žižek Vai ao Ginásio é um livro de poemas, e uma experiência, e também um maquinário. Percorrendo certa tradição do lirismo, mas valendo-se também do poema como matéria física, em que conta a sua disposição desenhada na página como possível chave de leitura, Tiago Alves Costa constrói uma obra que consegue se aproximar do nosso zeitgeist. Menção…