O homem que apanhava flores

Um homem, enquanto apanhava flores, provocou uma grande guerra. Porém, enquanto os exércitos organizavam fileiras, o homem tentava explicar: eu só apanhava flores. Entretanto, chegou um prospector imobiliário e perguntou: quem andava a apanhar flores no meu terreno? E o homem, que apanhava flores, levantou o braço com a serenidade de uma criança. Acresce que…

O homem que se dedicava a ser despedido

Ganhara tanto dinheiro com os seus próprios despedimentos que passou a dedicar-se a tempo inteiro a ser despedido. Sim, era um trabalho rentável. E sempre que o chamavam para uma entrevista de emprego, o despedimento era o que mais real e concreto tinha na sua mente. Claro que este era um assunto que guardava só…

Três objectivos de um escritor

Confesso-vos que o meu primeiro objectivo como escritor foi melhorar o meu tipo de letra, e essa secreta intenção de imitar uma escritora famosa cujo tipo de letra invejava. Em parte, alcancei-o sem nunca me libertar, desde logo, de um ligeiro traço de infância na minha escrita, uma irregular tendência para a loucura, um canhestro…